quarta-feira, 19 de novembro de 2014

LOOK CASUAL CHIC


Olá meus amores! <3 Esse look eu usei no meu vídeo especial de 2 anos de cabelo natural.
Esse look é bem casual e despojado, mas o batom vermelho, o chapéu e o salto da um toque chic nele. 
Look ótimo para usar em um jantar fora com as amigas ou até mesmo pra um encontro a noite.
Por causa das cores escuras, navy blue e o print print de leopardo, esse look acaba sendo pra noite...mas se você quiser usar o mesmo look pro dia, é só trocar as cores escuras. Ao invez da cor navy blue (azul marinho) use cores claras...brancoou cinza por exemplo ficaria lindo! 
O batom pode ser trocado por um neutro e a calça você pode usar a de leopart print mesmo, pra ficar estiloso, ou você pode trocar por uma calça jeans ou de print de flores.





ITEMS

Chapéu: H&M
Batom: Ruby woo - mac
Esmalte: Laura Clauvi
Brinco: Ebay
Cordão: Accessorize
Pulceira: Feito na mão
Blusa: H&M
Calça: Kitson
Salto: Jette Riis












Então...O QUE VOCÊS ACHARAM DO LOOK??? ^_^
Espero que tenham gostado do post e não se esqueça de se inscrever pra receber posts futuros!
XOXO, Jôh!



SHARE:

domingo, 16 de novembro de 2014

♛ Minha História Capilar Até Aqui...Infância, Química, Transição & Cabelo Natural!!! ♛



2 ANOS DE CABELO NATURAL CRESPO


MINHA INFÂNCIA

Quando pequena meu cabelo era natural, mas eu já não lembrava mais como ele realmente era. Mas lembro que era minha avó que cuidava do meu cabelo na maior parte do tempo, porque minha mãe trabalhava muito e não tinha tempo. Minha avó deixava o meu cabelo sempre trançado com tranças rasteiras (nagô/embutida). Lembro também que ela sempre lavava o meu cabelo com barra de sabão de coco natural e para trançar ela usava azeite de oliva de cozinha.


Minha mãe, porem, quando cuidava do meu cabelo lavava normalmente com shampoo e condicionador e penteava com creme. Lembro que de penteados ela sempre amarrava meu cabelo todo pra cima e fazia franjinha de dedoliss (cachinhos com os dedos) ou fazia maria chiquinha. 


Aos 6 anos, pranchei meu cabelo pela primeira vez, para um desfile de escola, com o pente quente (um pente de ferro que se esquentava no fogão e depois passava no cabelo para estica-lo/pranchalo). Lembro que meu cabelo batia no meio das costas e era bem cheio, volumoso e saudável.

Aos 7 anos de idade, minha mãe me levou em uma amiga pra mim fazer a minha primeira trança sintética/box braids. Eu ameiii o "cabelão" e desde então não parei de usar tranças. Sempre pedia pra minha mãe pagar pra colocarem em mim e fazia manutenção de 3 em 3 mêses.



QUÍMICA

Depois de muito tempo usando tranças sintéticas, minha mãe não tinha mais condições de pagar, porque foi ficando muito caro e ela tinha que pagar pra mim e pra minha irmã mais nova. Ela decidiu cuidar do nosso cabelo, mas sem saber cuidar do cabelo crespo e sem tempo pra cuidar direito, ela optou por relaxar para "facilitar" nos cuidados. Então foi ao 10 anos que relaxei o meu cabelo pela primeira vez com um relaxamento chamado permanente afro de potão amarelo. Meu cabelo ficou tão cacheadinho que amei o resultado e não parava de ir no banheiro pra molhar o cabelo pra balança-lo.


Aos 12 anos fui morar com meu pai em Juiz de Fora, Minas Gerais e morei com ele por 2 anos. Durante esse tempo fiquei sem relaxar o cabelo, porque meu pai não sabia relaxar e por não saber cuidar do meu cabelo também, meu cabelo começou a quebrar e cair muito. Com o tempo meu cabelo foi recuperando e ficando bem cheio, volumoso e forte novamente e isso somente lavando ele com shampoo e condicionador regularmente e para finalizar usava creme de pentear e sempre amarrava ele pra cima.

Aos 14 anos voltei a morar com minha mãe, mas dessa vez ao invez de relaxar, eu comecei alisar com guanidina. Meu cabelo teve corte químico e ficou super curto. Desesperada minha mãe pediu uma amiga, que dizia entender do assunto, a cuidar do meu cabelo. A moça disse que quanto mais eu alisasse meu cabelo, mais ele ia crescer. Foi então que ela começou a alisar meu cabelo de 15 em 15 dias...que perigo!


Cansada de tanto sofrimento, do cheiro forte, da dor na cabeça, do couro cabeludo ferido e das longas horas sentada, falei pra minha mãe que não queria mais passar aquilo. Meu cabelo continuava curto, ralo e mais danificado ainda. Ele chegava até minha orelha e a esse ponto ele tinha parado de crescer.

Com quase 15 anos, minha mãe optou então por colocar emplante de cabelo cacheado (mega hair) em mim. Coloquei um cabelo super cacheado de nózinho italiano (mecha por mecha) e ameiii. Fiquei com ele por 6 mêses sem tirar, até que vim pra Dinamarca.

Quando tirei o mega hair o meu cabelo tinha crescido bastante! Da orelha, o meu cabelo cresceu um pouco abaixo do ombro. Eu tinha trago alisante do Brasil, então eu usei depois de tirar o cabelo e passei chapinha.




Com um tempo o meu alisante acabou, fiquei bastante tempo a procura de alisantes, enquanto não achava eu só usava o cabelo preso e fazia chapinha somente na franja. 


Finalmente tinha achado um relaxante chamado "olive oil" e comecei a passar em mim mesma.  Por um bom tempo o meu cabelo, mesmo relaxado, continuava saudável e forte. Eu tinha pouca queda e quebra e meu cabelo não passava do ombro. 






De vez em quando eu ainda pagava para colocarem tranças sintéticas ou mega hair em mim.





Aos 16 anos ganhei uma chapinha de presente e fiquei muito feliz. Usava quase todos os dias e meu cabelo começou a danificar novamente. Ficou muito ralo e com muitas pontas duplas. Então conheci a mascara capilar de reconstrução da tressemé, que foi um achado, quando eu estava preocupando um tratamento capilar. Usava ela todo fim de semana, mas continuei com o alisaste e com a chapinha. 





Por sinal, meu cabelo começou a melhorar e pensando que ele já estava saudável novamente, decidi mudar o visual e fazer mechas loiras. Foi a pior coisa que eu fiz. Descolorante e alisaste não combina, e não sabendo disso, eu mesma fiz sozinha em casa. Mais uma vez deu corte químico e meu cabelo ficou acabado.





Comecei a pesquisar na internet para achar um tratamento que alisasse o meu cabelo de vez e que eu não precisasse passar chapinha mais. Achei a zene, que dizia ser uma escova progressiva natural e decidi comprar. 


Passei com a esperança de que meu cabelo ia melhorar, mas me enganei. Depois do tratamento o meu cabelo começou a cair muito, mas muito mesmo e o que já estava danificado ficou pior. Eu então pintei o meu cabelo novamente e comecei a usar extensão de rabo de cabelo de cabelo tanto sintético quanto humano.






As extensões me ajudavam bastante, mas eu sabia que não era o meu cabelo e sabia o estado do meu cabelo. Minha autoestima baixou muito, eu já não me sentia mais bonita com o meu próprio cabelo e já cansada de tudo decidi parar com a chapinha. 


Com a esperança de que meu cabelo ia melhorar voltei a colocar mega hair (implante de cabelo).



Fiquei com o cabelo durante 1 mês e durante esse período comecei a pesquisar na internet como eu podia fazer pro meu cabelo ficar mais saudável, forte e crescer mesmo usando alisaste.
Nas minhas pesquisas, encontrei o canal ulovemegz  de uma menina americana chamada Meggie. Ela tinha o cabelo alisado, porem logo e saudável, por isso ela me inspirou a cuidar do meu cabelo com química. Eu disse pra mim mesma: "se ela pode ter o cabelo alisado e ainda saudável e longo, por que eu não?



Depois de 1 mês com o implante de cabelo, meu plano era tirar, cuidar do meu cabelo pra ele ficar forte e depois de um tempo alisar. Mas quando eu tirei meu cabelo estava caindo tanto, que pensei que ele estava sentindo falta de química. Então eu alisei, sem esperar, sem nem mesmo fazer nenhum tipo de tratamento capilar. 
Mas uma vez me dei mal. Meu cabelo caia tanto que saia pedaço de cabelo na minha mão. Desesperada lavei o meu com leite pra ver se cortava o efeito da química, nada resolveu. Fiz reconstrução e meu cabelo continuava caindo e ficava cada vez mais ralo. Pensei que ia ficar careca. Foi nesse momento que percebi que meu cabelo não tinha mais volta.




DECISÃO

Me toquei e percebi que a química estava prejudicando a mim e meu cabelo. Já estava cansada de gastar dinheiro todo mês com química, de lhe dar com um cabelo danificado, de passar horas tentando recuperar o que já não tinha mais concerto. Eu já não sabia mais o que fazer com o meu cabelo, minha autoestima estava muito baixa, eu estava me sentindo feia e nunca ficava satisfeita com meu próprio cabelo. 

Pronta para uma mudança e disposta a começar tudo do zero, comecei a pesquisar novamente na internet. Foi então que encontrei várias meninas que estavam passando pelo mesmo problema que eu e que largavam a química para voltar ao seus cabelos naturais. 
Algumas faziam o big chop (grande corte) e muitas outras passavam pela transição (deixar o cabelo natural crescer sem passar química e sem cortar as pontas lisas).

Mas quem me chamou muito a atenção e que realmente me inspirou a voltar o meu cabelo natural, foi  uma menina chamada Chime Edwards que tinha e ainda tem um canal que na época se chamava HairCrush (hoje em dia se chama só Chime Edwards). 

Resumindo a história dela, ela tinha o cabelo alisado e super longo, passou pela transição capilar por 2 anos e voltou ao cabelo natural. O que realmente me inspirou foi o fato de que ela tinha o cabelo crespo/afro/black, porem super longo...em apenas 4 anos ela tinha conseguido crescer o cabelo dela quase até na cintura, além de ser super forte e saudável. Depois de conhecer o canal dela, eu fiquei 100% decidida.

Cabelo seco sem nenhum produto.

Cabelo texturizado. 


Depois de vários days afters (dias seguintes depois de finalizar) + fator encolhimento.

ps. A Chime ainda tem um canal e faz vídeos, porem cortou o cabelo, mas ainda continua longo! :) O cabelo dela é tipo 4.

MUDANÇA



Primeiramente parei com tudo! Parei de passar qualquer tipo de química no meu cabelo e de passar chapinha. Depois comecei a pesquisar e comprar produtos de cabelo. Passei a cuidar mais dele, fazer penteados diferentes e até mesmo aprendi a fazer tranças sintéticas (box braids) em mim mesma.



Em agosto de 2012 preparada pra uma mudança radical, queria muito fazer um corte (side cut) no meu cabelo antes de ter que passar pela transição ou fazer o bc (grande corte). Meu namorado então, fez o corte pra mim. No começo foi um choque, porque cortei praticamente careca, mas depois fui me acostumando e gostei muito. Fiquei com o cabelo assim pr 1 mês.



Em setempo de 2012, já cansada do corte, queria fazer um outro corte. Decidi então cortar do outro lado... na mesma hora não gostei do corte "punk" então pedi pro meu namorado cortar atras também. O corte ficou com o estilo do corte da Rihanna. Eu tinha amadoooo. Minha autoestima então começou a melhorar...o que uma mudança não faz, não é?
Eu fazia texturizações de twists na frente e de vez em quando pranchava também.




BIG CHOP




Em outubro de 2012 percebi que meu cabelo já estava crescendo atras e dos lados e na frente a raíz estava alta e natural e com as pontas esticadas. Eu amava aquele corte, mas já não estava mais bonito como antes e eu também não queria cortar mais.
Foi então que em 14 de outubro de 2012, 10 dias depois do meu aniversário e depois de 2 meses sem usar nenhum tipo de química, eu fiz o meu grande corte!!!


Eu não chocada com o corte, porque quando eu estava em "transição", eu tirava foto com o cabelo pra trás pra ir me acostumando com o cabelo curto. 


Mas fiquei emocionada de realmente ter feito o corte. Me senti livre, leve e gostei tanto do corte que não saia da frente do espelho. Logo depois do corte fiz hidratação no meu cabelo, fiz uma make bem básica e me arrumei. Estava me sentindo tão confortável e tão bem.


Foi o meu namorado que cortou o meu cabelo pra mim, e foi ele também que me apoiou em todas as decisões que tomei e me ajudou a tomar coragem pra cortar o meu cabelo. 
Já minha família não quis dar opiniões, só me disseram que eu ficava bonita de qualquer jeito. Amigos próximos me chamaram de louca, corajosa e que nuca tinham coragem de fazer o que eu fiz, disseram que tinham "amor próprio". Nas redes sociais me chamaram de horrível, cabelo duro...falaram que eu estava parecendo homem e perguntavam...porque você fez isso? Volta a alisar!

Sinceramente nada disso me afetou, eu já tinha tomado minha decisão e não ia voltar atrás. Levantei a cabeça e continuei firme e forte e com foco no meu objetivo, que era ter o cabelo natural, forte, saudável e claro que com um bom crescimento.


PRIMEIRO ANO NATURAL



Comecei o primeiro ano montando uma rotina capilar...fazia tratamento capilar de 1 a 2 vezes por semana, dormia com touca de cetim, fazia co-wash (lavar somente com condicionador) quase todos os dias e para refrescar o meu cabelo todas as manhãs usava água com glicerina e azeite de oliva.
No começo o meu cabelo estava super ressecado, mas com essa rotina, comecei a ver resultados aos poucos. 

Chime Edwards continuava sendo minha inspiração, aprendi muito com ela, mas eu ainda pesquisava e preocupava por mais inspirações...foi então que encontrei o canal da Jo Michelle e o canal da Tasha que na época se chamava LadyT e agora se chama PashTash. Elas também serviram de grande inspiração pra mim e ainda são minha inspiração até hoje.

Jo Michelle ainda tem o canal dela, mas infelizmente não faz mais vídeo. Ela fez o bc com somente 3 meses de transição e cortou bem curto. O cabelo dela cresceu muito depois e estava super forte e saudável. O cabelo dela é tipo 4.

Tasha do canal LadyT (PashTash). Ainda faz vídeos. Ela fez o bc com somente 7 meses de bc. Hoje ela já esta 4 anos natural e o cabelo dela está enorme e super forte e saudável! O cabelo dela também é tipo 4.

Primeiro mês natural: foi traquilo, eu estava amando conhecer o meu cabelo natural e saia nas ruas, em festas e etc sem nenhum problema. Mas o que me incomodava era o fato dele ser curto e deu não poder fazer penteado diferentes. E como eu amo mudar de visual, decidi colocar tranças sintéticas (box braids). Fiquei com as tranças por 1 mês.



2 meses natural: eu tirei as tranças e me apaixonei pelo meu cabelo! Além de ver resultado de crescimento, eu já podia fazer 1 penteado que fiquei viciada. Cabelo partido de lado.

 Logo depois de tirar as tranças.



3 meses natural: eu vi mais resultados de crescimento, o meu cabelo já estava super saudável e forte por causa dos tratamentos caseiros. Meu cabelo também estava mais cheio, foi aí que descubri que podia fazer o penteado afro puff. Desde então fiquei viciada no penteado e não parava de usar mais. 



4 meses natural: eu usei e abusei de acessórios como lacinhos, bandana, flores, lenços e etc. Eu ainda estava viciada no penteado afro puff, usava todos os dias! O meu puff estava ficando maior!




5 meses natural: eu coloquei tranças novamente. Eu mesma fiz e fiquei com as tranças por 1 mês.



6 meses natural: ao tirar as tranças eu me surpreendi com o crescimento mais uma vez! Nesse mês usei muito o meu cabelo armado estilo black power além de poder já fazer outros penteados diferentes e brincar com turbante. Nesse mês também fiz a minha primeira texturização de twists.






7 meses natural: coloquei tranças rasteiras com extensão e foi nesse mês que comecei a fazer vídeos no youtube. O meu primeiro vídeo foi ensinado como se cuida do cabelo natural depois de tirar qualquer trança.






8 meses natural: foi nesse mês que meu cabelo começou a definir cachos e eu fiz o método OG (finalização com óleo e gel) pela primeira fez e meus cachinhos tipo 4 ficaram perfeitos.





9 meses natural: foi nesse mês que eu aprendi a colocar marley twists no meu cabelo. Eu me inspirei em fotos e vídeos de meninas americanas e coloquei o cabelo pela primeira vez em mim mesma...eu simplismente amei!!!





10 meses natural: eu tirei as tranças, pois já estava com saudades do meu black. Foi nesse mês que cortei as pontas do meu cabelo pela primeira vez. Meu cabelo estava super saudável.



11 meses natural: nesse mês o descobri que eu já podia amarrar o meu cabelo todo! Estava super feliz pelo crescimento e pelo volume!



12 meses natural - 1 ANO DE CABELO NATURAL: foi um mes de muita alegria. Eu estava super feliz de ter me mantido firme e forte e de ter consiguido chegar até aqui. Nehuma vez olhei pra tras ou me arrendi de ter tomado essa decisão. Pra mim o meu cabelo já estava enorme e eu já estava super ansiosa para o segundo ano natural.




SEGUNDO ANO NATURAL


Em 2013, aos 2 ando natural continuei com meus tratamentos caseiros e com a mesma rotina capilar de sempre. 

13 meses natural (1 ano e 1 mês): tive um pouco de problema com queda e quebra capilar, mas logo resolvi com os meu tratamentos caseiros.



14 meses natural (1 ano e 2 meses): coloquei tranças sintéticas e fiz vídeos de tutoriais ensinando no meu canal. Fiquei com as tranças por 1 mês.



15 meses natural (1 ano e 3 meses): tirei as tranças e meu cabelo estava maior ainda. Nesse mês eu experimentei fazer texturização com coquinhos e amei os resultados! Não parei de usar mais!



16 meses natural (1 ano e 4 meses): nesse mês eu voltei a fazer a texturização de twists! Os twists saiam mais definidos e eu estava amando os resultados...gostei mais do que os de coquinhos e não parei de usar mais. Fiz também bastante moicano nesse mês.







17 meses natural (1 ano e 5 meses) : coloquei o marley twists novamente. Senti que meu cabelo estava precisando de um descanso. fiquei com o cabelo por 1 mês.





18 meses natural (1 ano e 6 meses): Fiz um desafio de crescimento capilar com shampoo de cebola e tônico de alho caseiro que eu mesma fiz. Fiz o desafio por 1 mês. Eu tive ótimos resultados! Nesse mês eu usei bastante a texturização de tranças.






19 meses natural (1 ano e 7 meses) : cortei as pontas do meu cabelo novamente e comecei um novo desafio de crescimento capilar, mas dessa vez com shampoo de guaraná. Gostei bastante dos resultados, mas não tanto quanto o shampoo de cebola.




20 meses natural (1 ano e 8 meses) : aqui eu coloquei o marley twists novamente, mas dessa vez fui um pouco mais ousada e coloque de cor vermelha que eu tanto queria. Ficou super estiloso e eu ameiii! Fiquei com o cabelo por 1 mês.






21 meses natural (1 ano e 9 meses): depois que tirei as tranças mudei minha rotina capilar e mu cabelo estava amando! Super forte, brilhos, macio, definido, saudável...tudo de bom!





22 meses natural (1 ano e 10 meses): continuei com a nova rotina e continue vendo ótimos resultados. Minhas texturizações com twists estavam saindo perfeitas e eu estava amando! Deixava o meu cabelo super definido e com muito mais daysafters. Eu usava sempre.








23 meses (1 ano e 11 meses): Nesse mes, um pouco cansada dos twists, continuei com a rotina, mas ao invez de usar o meu cabelo super definido, usei ele super volumoso, armado e com frizz...I love it!


24 meses natural - 2 ANOS DE CABELO NATURAL!!! Ainda com a mesma rotina capilar, esse mês eu variei mais o meus penteados, mas o meu preferido que eu voltei a usar bastante, foi o meu querido afro puff, mas dessa vez com franja. Além do afro puff usei muito turbante e bandana. 





Para ver mais ou menos o tamanho do meu cabelo real, sem usar chapinha ou escova, fiz o método banding para esticar o meu cabelo e ele estava enormeeee! To super feliz com o crescimento do meu cabelo, mas principalmente dele esta crescendo super saudável e forte!




Nesses 2 anos aprendi a amar e cuidar do meu cabelo natural. Sei do que ele gosta e do que ele não gosta. Amo a versatilidade deu poder usar ele volumoso, frisado, definido, armado, comportado, com tranças, com twists, além dos vários e inúmeros penteados!

Pra mim cabelo natural não é e nunca foi moda. Eu me aceitei, me redescobri, sou livre e feliz de ser o meu verdadeiro eu. Ser natural é muito mais do que ter o cabelo crespo ou cacheado. É se abraçar, é ter personalidade, é ser diferente, é ser você mesma.

Hoje em dia minha autoestima aumentou completamente. Amo o meu cabelo, me sinto linda, fico satisfeita com o meu cabelo de qualquer jeito. 
Descobri que eu me amando do jeitinho que eu sou, todos vão me aceitar. Se eu não me achar linda, quem mais vai? Se eu não estou satisfeita comigo mesma e não me amar, quem mais vai?
Meu cabelo é crespo/afro e eu amo!

Minha motivação de hoje em dia continua sendo a Chime Edwards (ela cortou o cabelo, mas ainda continua longo), a Tasha do canal LadyT ( ela esta 4 anos natural e o cabelo dela está enorme) e ainda a Jo Michelle ( ela infelizmente não faz mais vídeos, mas eu ainda me inspiro nos vídeo dela). As três tem os cabelos tipo 4 maravilhosos.

Eu já obtive o cabelo forte e saudável que eu tanto queria. Mas agora o meu objetivo é primeiramente manter ele saudável e conseguir ter o cabelo longo que eu tanto sonhava e ainda sonho! Quero um cabelo bem cheio e volumoso e até o ombro mesmo encolhido. Como eu tenho muito encolhimento, isso deve demorar, mas eu não tenho pressa, porque sei e tenho a certeza que ainda chego lá. E quando eu chegar no meu objetivo, vou continuar deixando o meu cabelo crescer!

Não desista! Seu cabelo é lindo, você é linda! Tenha força pra lutar, tenha foco no objetivo e tenha fé que vai dar tudo certo. Se eu consigui, você também consegue!


MOTIVAÇÃO
CABELO NATURAL CRESPO/AFRO TIPO 4 TAMBÉM É LINDO!




SHARE:
© Meu Diário Crespo . All rights reserved.
Blogger Template Designed by pipdig